Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Comunicação

Cantinas da UFERSA passam a oferecer pão com café por R$ 1

Estudante, Responsabilidade Social 4 de agosto de 2022. Visualizações: 681. Última modificação: 04/08/2022 14:46:48

Ideia de um lanche ao preço de R$ 1 real foi da reitora, Ludimilla Oliveira, como forma de garantir uma alimentação aos estudantes que passam o dia na Universidade/Foto: Eduardo Mendonça

A partir da próxima segunda-feira, 8 de agosto, as cantinas do Campus Sede da Universidade Federal Rural do Semi-Árido irão disponibilizar um lanche pelo valor simbólico de um real. A proposta foi feita pela reitora, professora Ludimilla Oliveira, como forma de tornar a alimentação na universidade mais acessível. A ação se iniciou no Campus de Pau dos Ferros. Caraúbas e Angicos também aderiram já aderiram a iniciativa.

Cantina da Galega aderiu a iniciativa/Foto: Eduardo Mendonça

Eneide Diógenes, mais conhecida como Galega, é dona de uma das cantinas que funcionam no Campus Sede. A comerciante conta que a reitora veio com a proposta que prontamente foi aceita. “A sugestão seria um pão com manteiga e um cafezinho por um real. Então eu me prontifiquei e vou fazer. A partir de segunda-feira nós iremos servir o pão com manteiga, e um café a hora que o aluno chegar”, afirma Galega.

Cantina do CC oferece também a opção café com tapioca/Foto: Eduardo Mendonça

Além da Cantina da Galega, os estudantes podem encontrar o lanche por um real também na cantina dos Centros de Convivência, que fora o pão com manteiga oferece outra escolha. “A professora Ludimilla propôs o pão e o café, mas a gente entrou também com a ideia da tapioca. O aluno pode optar pela tapioca com manteiga ou pelo pãozinho juntamente com o café.”, explica Iury Torres, que está à frente das cantinas dos Centros de Convivência.

Neste caso, o lanche será servido em horário previamente definido, começando a partir da abertura da cantina até as 9h30 da manhã. Durante a tarde os alunos poderão usufruir do lanche das 14h às 17h, e à noite ele será disponibilizado das 19h até o fechamento da cantina às 22h. Após a volta 100% presencial das aulas, o estabelecimento conta com nova administração, que tenta recuperar a clientela. “Acredito que a gente não conseguiu alcançar o que almeja devido à dificuldade financeira das pessoas, porque realmente não é todo mundo que tem condições de comprar seu lanche”, afirma Iury.

Djanira/Educação do Campo

Os alunos confirmam a mesma opinião. Djanira Alves é estudante do curso de Licenciatura em Educação no Campo. Ela frequenta a cantina três vezes por semana, nos dias que coincidem com as aulas, e pretende usufruir do lanche acessível. “Espero que dê certo”, ela torce. “É muito importante porque tem muito estudante que só ganha uma bolsa, ai pra custear o estudo, as apostilas, tendo uma merenda mais em conta já é uma boa”, completa.

Paloma/Engenharia Agrícola e Ambiental

Paloma Bandeira, do curso de Engenharia Agrícola e Ambiental também é uma frequentadora assídua das cantinas do campus. Ela fica na UFERSA o dia inteiro para ter aula pela manhã e pela tarde. “Como o RU abre só no almoço não tem como manter entre o almoço e a janta”, declara a estudante, que vê o lanche como um incentivo aos alunos. “É necessário sempre suprir as necessidades dos docentes e discentes e tendo em vista que, praticamente, a maioria dos alunos são de fora, nem todos tem aquele privilégio de possuir uma renda para se manter como desejaria, mas sim da forma que pode”, resumiu.

O pãozinho francês e um copo de café passa a ser comercializado ao preço de R$ 1 real nas cantinas da UFERSA/Foto: Assecom