Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Comunicação

Laboratório de Aprendizagem Criativa oferece oficinas de programação para professoras da rede pública

Eventos, Extensão 29 de abril de 2022. Visualizações: 107. Última modificação: 29/04/2022 11:11:42

objetivo é capacitar estas educadoras em linguagem de programação infantil como recurso pedagógico em suas escolas/Foto: Assecom

Professoras de escolas das redes Municipal e Estadual de Mossoró participaram nesta quinta-feira, dia 28, de uma Oficina de Scratch, oferecida pelo Laboratório de Aprendizagem Criativa da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (LAC/UFERSA). O objetivo foi capacitar estas educadoras em linguagem de programação infantil, para que elas possam conhecer a plataforma e utilizá-la como recurso pedagógico em suas escolas.

“Aqui nós desenvolvemos várias atividades da cultura mão na massa, e uma dessas atividades, que a gente está realizando hoje, está ligado com o movimento do Scratch.”, explica Natália Rocha, Vice-Coordenadora do Laboratório de Aprendizagem Criativa. Scratch é uma plataforma de linguagem de programação, que foi criada pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts – MIT, nos Estados Unidos, e tem como objetivo ensinar a lógica da programação para crianças e adolescentes. Com ela, é possível criar histórias, jogos e animações com scripts feitos com blocos.

Todos os anos, no mês de maio, existe um movimento de divulgação chamado Scratch Week (Semana do Scratch em tradução livre). Neste ano, o evento vai acontecer de 16 a 20 de maio e durante essa semana, em todo o mundo, aquelas pessoas que desenvolvem atividades com Scratch, irão se dedicar a divulgar e ampliar a utilização da plataforma.

“Visando essa semana que vamos ter em maio, nós trouxemos essas professoras para cá, para que elas possam ser capacitadas. Eles vão voltar para a escola, a partir desses conhecimentos que eles vão receber nesta oficina, e vão desenvolver uma atividade para ser trabalhada na semana do Scratch”, completa Natália.

Laboratório de Aprendizagens foi voltado para professores da rede pública/Foto: Assecom

Anne Figueiredo é professora do segundo ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Professora Niná Ribeiro De Macedo Rebouças, no bairro Abolição 4 em Mossoró. A escola em que ela trabalha foi uma das contempladas com essa capacitação. “Aqui a gente consegue perceber que há sempre uma solução. Há sempre uma saída e há sempre um caminho para a gente seguir. Independente que a gente tenha dificuldades, que a gente tenha poucos recursos, que a gente tenha pouca mão de obra humana, que é uma das maiores dificuldades que a gente tem nas escolas”, expõe Anne.

A Escola Estadual do bairro Abolição 4 também foi uma das instituições presentes na oficina, representada pela pedagoga Emília Barreto. “Eu acho extremamente interessante, como pedagoga a gente já trabalha com essas ideias, com esse trabalho onde se utiliza a criatividade. A gente vai utilizar a cultura maker para estimular a criança em todas as suas aprendizagens, em todas as áreas.”, disse Emília, que ensina crianças da 1ª à 5ª série do Ensino Fundamental.

O Laboratório de Aprendizagem Criativa também é responsável pela Feira de Ciências, coordenada pela professora Cristiane Carvalho, e focada em projetos para o Ensino Médio. Um dos objetivos das oficinas também é expandir esse conhecimento para as séries mais iniciais. “Aos poucos a gente está tornando o laboratório mais conhecido para desenvolver essas atividades”, finaliza Natália.

%d blogueiros gostam disto: