Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Comunicação

Ufersa recebe recursos para estruturação do Parque Tecnológico

Gestão, Infraestrutura 7 de janeiro de 2022. Visualizações: 201. Última modificação: 07/01/2022 17:03:35

Visão panorâmica da Campus Sede da Ufersa, em Mossoró. A Universidade mudou a paisagem do Semiárido nesse mais de uma década | Foto: Eduardo Mendonça/Assecom/Ufersa

Já se encontra na conta da Universidade Federal Rural do Semi-Árido recursos no valor de R$ 1.038.908,00 para estruturação do Parque Tecnológico do Semiárido. O montante é proveniente de emenda parlamentar do deputado federal General Girão. A transferência aconteceu por intermédio da Prefeitura de Mossoró. “A educação é prioridade do nosso mandato e da nossa parceria e investimento com a Ufersa”, justificou General Girão.

Após meses de esforços junto às autoridades federais e municipais, no último dia 5 de janeiro, a Prefeitura de Mossoró transferiu para a Fundação Guimarães Duque o valor destinado pelo parlamentar à Ufersa. A reitora Ludimilla Oliveira apresentou o pleito ao deputado Girão em setembro de 2021.

O valor de mais de R$ 1 milhão foi enviado através do Ministério da Economia para o município de Mossoró, e que agora chega à Ufersa. Para que os recursos fossem transferidos foi necessária a elaboração de um Projeto de Desenvolvimento Institucional  denominado “Apoio Estruturante ao Parque Tecnológico do Semiárido”, coordenado pelo servidor técnico administrativo e pró-reitor da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis, Júlio César Rodrigues. O Projeto já conta com a aprovação do Conselho de Administração da Universidade.

Além disso, para que a transferência dos recursos fosse efetivamente realizada também foi necessária à celebração de um convênio de Ensino, Ciência, Tecnologia e Inovação (ECTI) entre a Ufersa e a Prefeitura de Mossoró. Os esforços para conseguir os recursos para o Parque Tecnológico foram conduzidos pela reitora, professora Ludimilla Oliveira, com foco voltado para o desenvolvimento científico e tecnológico do Semiárido. “É um passo importante para o início da estruturação do nosso Parque Tecnológico, o que acena com boas perspectivas para 2022”, adiantou a reitora.

%d blogueiros gostam disto: