Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Comunicação

Pesquisa sobre retorno presencial indica empate técnico entre servidores

Gestão, Saúde, Servidor 27 de setembro de 2021. Visualizações: 747. Última modificação: 27/09/2021 12:34:54

Gráfico com os resultados da pesquisa realizada com os servidores da Ufersa sobre o retorno seguro às atividades presenciais/Estatística Ufersa

Depois dos estudantes, agora foram os servidores da Universidade Federal Rural do Semi-Árido, docentes e técnico-administrativos, que opinaram sobre o retorno gradual seguro das atividades presenciais na Instituição. A pesquisa constatou empate técnico na opinião dos funcionários com uma diferença de apenas 1,36%. A pesquisa foi realizada no período de 11 a 20 de setembro, por meio da Plataforma Sigaa. Veja AQUI o resultado da pesquisa realizado com o estudantes, no período de 6 a 13 de agosto 2021.

Quando perguntado se o servidor se sente seguro para retomar as atividades presenciais, 50,60% dos entrevistados afirmaram que sim, contra 49,24% que informaram que não. Um percentual de 0,15 não quis opinar. Ainda com relação ao retorno presencial, 510 respondentes informaram que não demandam de cuidados especiais para o retorno presencial, enquanto 149 afirmaram que vão precisar de cuidados.

O questionário foi respondido por 662 servidores, sendo que 158 afirmaram possuir alguma comorbidade, sendo a maior incidência para hipertensão (8,76%), asma (3,63%) e diabetes (3,32%).

620 SERVIDORES, ou seja, 93,94%, afirmaram já ter sido imunizado com as duas doses da vacina contra a Covid-19/Foto: Arquivo Assecom

VACINA – Entre os docentes e técnico-administrativos, 620 (93,94%) afirmaram já terem sido imunizados com as duas doses da vacina contra a Covid-19. Quanto à primeira dose, o número foi de 29 servidores, num percentual 4,39% e, a imunização com dose única foi verificada em 6 servidores (0,91%). Dos entrevistados apenas 1  (0,15%) servidor afirmou que ainda não tomou nenhuma dose da vacina. Com relação de previsão da vacinação com a segunda dose, 19 disseram que será em outubro, 8 em novembro e 2 devem ser imunizados em dezembro.

Segundo Kássio Camelo, estatístico da Ufersa, os dados foram recolhidos diretamente dos servidores por meio de questionários aplicados pelos sistemas da Universidade. A pesquisa ouviu estudantes dos quatro campi da Ufersa, numa iniciativa da Assessoria Especial de Enfretamento a Covid-19, do Gabinete da Reitoria.

 

%d blogueiros gostam disto: