Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Comunicação

FAPERN apresenta Plano de Desenvolvimento da Pós-Graduação

Pesquisa, Pós-graduação 12 de agosto de 2021. Visualizações: 440. Última modificação: 12/08/2021 15:18:46

Programas de Pós-Graduação da Ufersa são contemplados com bolsas do Plano de Desenvolvimento da Pesquisa da FAPERN/Foto: Sandro Meneses

A pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Federal Rural do Semi-Árido, professora Débora Façanha, representou a reitora da Ufersa, Ludimilla Oliveira, no lançamento do Plano de Desenvolvimento da Pós-Graduação do estado do Rio Grande do Norte, pela Fundação de Apoio à Pesquisa do RN, a FAPERN. A solenidade contou com a presença da governadora Fátima Bezerra, ao vice-governador Antenor Roberto. O professor Jean Berg, da Ufersa, representou na solenidade os demais coordenadores de Programas de Pós da Universidade contemplados com bolsas e recursos para custeio e estudantes.

Pró-reitora Débora Façanha, da Ufersa, assina parceria para a pós-graduação com a Fapern/Foto: Cedida

O Plano de Desenvolvido da FAPERN foi assinado no final de julho, numa parceria com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), que concederá as bolsas, enquanto o Governo do Estado, por meio da FAPERN, viabilizar as verbas para custeio a partir de recursos do PROERDI. A ação tem por objetivo fortalecer e ampliar a formação de recursos humanos em áreas estratégicas por meio de um apoio financeiro que totaliza mais de R$ 4 milhões para 28 PPGs das quatro maiores instituições de Ciência, Tecnologia e Inovação (ICTIs) do RN: IFRN, UERN, UFERSA e UFRN.

Para a pró-reitora Debora Façanha, da Ufersa, a iniciativa “é de grande importância quando se verifica uma redução no orçamento para a pós-graduação”.  Na Ufersa estão sendo beneficiados com o PDPG-FAPERN os Programas de Pós-Graduação: Ambiente, Tecnologia e Sociedade, Ciência de Computação, Ciência Engenharia de Materiais, Cognição, Tecnologias e Instituições e, o Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação.

O PDPG-FAPERN representa o maior programa de investimento em Ciência, Tecnologia e Inovação da história do Rio Grande do Norte, ofertando 58 bolsas de Pós-Graduação (mestrado, doutorado e pós-doutorado). Sua construção foi feita de forma coletiva, ouvindo as ICTIs, elegendo as áreas prioritárias conforme exigência da CAPES. As áreas escolhidas coletivamente foram Desenvolvimento do Semiárido e o Desenvolvimento Científico do RN, sendo o último com foco na Educação Científica, Energias Renováveis e Covid-19 e outros agravos à saúde.

O Diretor-Presidente da FAPERN, Gilton Sampaio de Souza, ao falar da importância do plano, salienta que com o PDPG surge um novo momento da FAPERN. “É um plano de valorização da Pós-Graduação e potencialização do ‘ecossistema’ de Ciência, Tecnologia e Inovação, investindo em Programas que estão articulados com as cadeias produtivas do Estado. Num momento como o atual do Brasil, de muita negação da ciência, ele é uma amostra de novos horizontes, uma luz no fim do túnel. Ele é um símbolo de que o Governo do RN é parceiro da Ciência, Tecnologia e Inovação para desenvolvimento social e econômico do nosso estado”, afirma Sampaio.

Fonte: Assecom/Fapern

%d blogueiros gostam disto: