Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Comunicação

Ufersa eleva em mais de 50% os pedidos de patentes e de registros de softwares

Inovação 17 de maio de 2021. Visualizações: 169. Última modificação: 17/05/2021 13:45:37

Nos últimos seis meses, a Universidade Federal Rural do Semi-Árido elevou em 55% os pedidos de patentes e, em 52% os pedidos de registro de software junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial – INPI. De acordo com o Professor Fabrício Cavalcante, diretor do NIT/Ufersa, a Universidade tem grande potencial para alcançar um destaque regional relacionado a proteção da propriedade intelectual como por exemplo as patentes, os programas de computadores e os cultivares, com uma prospecção para a transferência de tecnologia da universidade para a sociedade.

“O Núcleo de Inovação Tecnológica está trabalhando na melhoraria para uma maior difusão da importância da proteção dos trabalhos inovadores que são gerados na instituição”, informa o professor Fabrício Cavalcante. Esse trabalho é feito com orientações sobre os procedimentos adotados pela instituição e com apoio do NIT aos pesquisadores. “A orientação é que a pesquisa que desenvolva alguma inovação tecnológica deve ser protegida antes mesmo de sua publicação, podendo ser publicada na sequencia, devendo ser direcionada ao NIT-Ufersa para as devidas orientações”, frisa o professor.

A importância da proteção da propriedade intelectual gerada, respalda a não utilização da inovação sem a devida autorização, tendo, inclusive, a possibilidade de licenciar a invenção, gerando ganho econômico para todos os envolvidos no processo.

O diretor do NIT esclarece ainda que, se a pesquisa inovadora for publicada antes de sua proteção, o autor, pode perder o direito de exploração comercial da propriedade intelectual. “O NIT/Ufersa deverá ser consultado sempre que pesquisas realizadas por pesquisadores da instituição ou em cooperação com outros órgãos, empresas e instituições forem passíveis de gerarem produtos registráveis ou patenteáveis”, orienta o professor Fabrício.