Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Comunicação

Natal sem fome discute nessa quinta-feira fome zero, obesidade e efeito estufa

Eventos, Meio Ambiente, Responsabilidade Social 8 de dezembro de 2020. Visualizações: 162. Última modificação: 09/12/2020 13:55:56

A Programação da Campanha Natal Sem Fome da Universidade Federal Rural do Semi-Árido prossegue com extensão programação. Na próxima quinta-feira, 10, por exemplo, o professor Nildo Dias irá proferir a Conferência “O mundo pode ser um lugar melhor?, quando estará abordando a Agenda 2030 que traz os objetivos e reflexões sobre os desafios dos 17 pontos dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS diante da crise mundial. “O ponto alto da conferência é o objeto 2 que trata da temática Fome Zero e Agricultura Sustentável”, frisa o professor Nildo Dias.

Durante a Conferência o professor Nildo estará dialogando com o professor José Graziano da Silva que traz o tema “Fome e obesidade, faces da mesma moeda: má nutrição”. A Conferência que é parte da programação científica da campanha Natal sem Fome da Ufersa vai acontecer às 10h da manhã, na próxima quinta-feira, 10, com transmissão ao vivo pelo Canal YouTube ODS Agenda 2030. A Conferência será transmitida pelo link: https://youtu.be/0wwv1F5jczs

O professor José Graziano da Silva é agrônomo de formação e doutor em Economia, professor titular aposentado do Instituto de Economia da UNICAMP. Foi Ministro Extraordinário de Segurança Alimentar e Combate à Fome (MESA), sendo o responsável pela implantação do Programa Fome Zero. Ocupou o cargo de Diretor Geral da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura FAO/ONU.
Fundador e Diretor Geral do Instituto Fome Zero (institutofomezero.org).

ANGICOS – Também na próxima quinta-feira, 10, em Angicos, a Campanha Natal sem Fome, a palestra é voltada para o meio ambiente. O palestrante é o Professor da Ufersa, José Henrique Fernandes. Ele participou de diversas expedições antárticas e fará um panorama das pesquisas na área, abordando as vulnerabilidades locais como. Por exemplo, a desertificação de regiões semiáridas e suas consequências para cidades costeiras.

O professor abordará também sobre a intensificação do efeito estufa, buraco na camada de ozônio, aquecimento global e derretimento das calotas polares.
A palestra Mudanças globais e vulnerabilidades locais, ocorrerá a partis das às 17h30, sendo transmitida pelo canal GITEC no You Tube. A inscrição é via Sigaa.