Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Comunicação

Núcleo planeja criação do Instituto de Pesquisa e Urbanismo do Semiárido em Pau dos Ferros

Extensão 18 de novembro de 2020. Visualizações: 359. Última modificação: 19/11/2020 16:54:11

Instalações do Núcleo Avançado de Urbanismo – NAU, em Pau dos Ferros | Foto Cedida

O Núcleo Avançado de Urbanismo – NAU, grupo de pesquisa do Curso de Arquitetura e Urbanismo do Campus Pau dos Ferros da Universidade Federal Rural do Semi-Árido trabalha para a expansão de suas ações com a criação e implantação do Instituto de Pesquisa e Urbanismo do Semiárido – IPURBS como meta para 2021. A proposta já se encontra em fase de planejamento do projeto em conformidade com as orientações da Superintendência de Infraestrutura -SIN.

A iniciativa foi apresentada ao Gabinete da Reitoria em reunião nesta segunda, dia 16. A reitora, professor Ludimila Oliveira, comprometeu-se em dar total apoio para a viabilização do Instituto. “Essa iniciativa tem total apoio da reitoria para que se torne uma realidade o quanto antes uma vez que integra ensino, pesquisa e extensão voltadas para a gestão das cidades, beneficiado toda a sociedade”, afirmou a reitora.

A ideia é tornar o Instituto em um centro de excelência na área de urbanismo e planejamento urbano e regional no Semiárido. O NAU foi criado há 8 ano, é certificado pela universidade e pelo CNPQ, e foi o primeiro grupo de pesquisa do Curso de Arquitetura e Urbanismo. Com recursos da ordem de mais de R$ 600.000, geridos pela Fundação Guimarães Duque, o NAU cumpre seu papel e função social na área do planejamento urbano e regional, captando recursos para qualificação técnica, acadêmica e profissional de discentes e colaboradores.

Integrantes do NAU apresentam projeto à Reitoria da Ufersa | Foto Cedida

A atuação do Núcleo beneficia diretamente diversos municípios da região do Alto Oeste potiguar, atendendo cidades como Pau dos Ferros, Uiraúna, São José de Piranhas, Cajazeiras e até cidades como José da Penha e Taboleiro Grande, no Rio Grande do Norte. Considerando a necessidade de se entender e compreender a cidade nordestina no Semiárido, no que  diz respeito à política urbana, o NAU tem feito além das pesquisas em desenvolvimento, através de projetos experimentais, como o PRO-urbanismo e Nordeste Cidades, diversas ações nas áreas de arquitetura e urbanismo, pretendo serviços à sociedade por meio da extensão universitária.

Um dos projetos mais significativos neste sentido foi a prestação de serviços em arquitetura e paisagismo para a Prefeitura de José da Penha, na concepção de projetos e orçamentos para ampliação e reforma de 08 praças urbanas na cidade, com execução dos projetos pela prefeitura e recursos oriundos da Caixa Econômica Federal.

Com foco nas áreas da política urbana, com a atualização de planos diretores participativos, planos de mobilidade urbana, códigos de obras e planos de gestão de resíduos sólidos, o NAU detém por meio de sua equipe de pesquisadores, uma busca constante na excelência e qualidade de seus trabalhos atualizando planos diretores participativos como das cidades de Uiraúna, São José de Piranhas e Areia, bem como a implementação de planos de resíduos sólidos nos municípios de São João do Rio do Peixe, São José da Lagoa Tapada e Monte Horebe, este último em fase de finalização e entrega para a gestão municipal.

Instalações do Núcleo Avançado de Urbanismo – NAU, em Pau dos Ferros | Foto Cedida
Instalações do Núcleo Avançado de Urbanismo – NAU, em Pau dos Ferros | Foto Cedida
Instalações do Núcleo Avançado de Urbanismo – NAU, em Pau dos Ferros | Foto Cedida
Instalações do Núcleo Avançado de Urbanismo – NAU, em Pau dos Ferros | Foto Cedida