Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Comunicação

Artigo de pesquisadores da Ufersa está entre os mais lidos na área de Microbiologia

Pesquisa, Pós-graduação 9 de setembro de 2020. Visualizações: 307. Última modificação: 09/09/2020 10:20:47

Edição de Setembro do Boletim Microbiologist Magazine e o artigo dos pesquisadores da Ufersa na publicação. Imagens: Boletim Microbiologist Magazine

O artigo intitulado “Composition of semen and foreskin mucosa aerobic microbiota and its impact on sperm parameters of captive collared peccaries (Pecari tajacu)”, oriundo da tese de Doutorado de Caio Sérgio Santos, sob orientação do professor Alexandre Rodrigues, no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal da Ufersa, foi selecionado pela Society for Applied Microbiology para ser publicado no volume de setembro no boletim Microbiologist Magazine por ter sido um dos artigos científicos mais lidos na área.

“Fomos contactados pelo representante da Society for Applied Microbiology, com sede no Reino Unido, o qual informou que nosso artigo foi selecionado para ser divulgado no volume de setembro no boletim Microbiologist Magazine, como um dos destaques entre os artigos científicos mais lidos na área. Vale salientar que a Society for Applied Microbiology é a voz da microbiologia aplicada e da sociedade de microbiologia mais antiga do Reino Unido, fundada em 1931. Seu objetivo é avançar para o benefício do público a ciência da microbiologia em sua aplicação ao meio ambiente, saúde humana e animal, agricultura e indústria”, explicou o professor Alexandre. Acesse AQUI o boletim.

Professor Dr. Alexandre Rodrigues e Dr. Caio Sérgio Santos no dia da defesa da sua tese de doutorado. Foto: Cedida.

O artigo foi originalmente publicado no periódico internacional Journal of Applied Microbiology (fator de impacto: 2,683) e contou com a colaboração do Prof. Dr. Marlon Feijó. Leia AQUI o artigo na íntegra. Segundo o docente, o destaque dado ao artigo é devido ao conteúdo inovador do estudo, bem como ao seu contexto atual, uma vez que o mesmo descreve a composição da microbiota aeróbia da secreção prepucial e do sêmen de catetos. Sua importância é ressaltada a partir da necessidade do conhecimento a respeito dos microorganismos albergados em nossos animais silvestres, justamente para evitar que tais microorganismos se disseminem e acessem a população humana, tal qual a situação que vivenciamos atualmente com a atual pandemia da COVID-19.

“Particularmente, como orientador da tese, sinto-me lisonjeado pelo alcance internacional de nosso trabalho desenvolvido junto à equipe do Laboratório de Conservação de Germoplasma Animal da Ufersa e, sem dúvidas, contente com mais esse reconhecimento por parte da comunidade científica internacional, e especialmente por uma Sociedade Científica tão renomada. Acreditamos que o mérito de um trabalho de doutoramento é de total responsabilidade de seus autores, principalmente, orientador e orientado, que são os principais envolvidos na sua execução. Inclusive, destacamos que já acreditávamos na qualidade desta tese, tanto que convidamos o Prof. Dr. Rinaldo Mota, coordenador da área de Medicina Veterinária na CAPES, para atuar como um dos membros da banca avaliadora por ocasião da defesa, em fevereiro deste ano”, concluiu o professor.