Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Comunicação

Gestão termina com o sucesso da implementação das propostas do edital de apoio as Startups

Gestão, Inovação, Pesquisa 30 de agosto de 2020. Visualizações: 581. Última modificação: 30/08/2020 12:27:34

Cerimônia de implementação do edital de startups da Ufersa / Foto cedida

A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-graduação, a PROPPG, e o Núcleo de Inovação Tecnológica, o NIT da Ufersa, realizaram esta semana a cerimônia de implementação das propostas aprovadas no Edital PROPPG 13/2020 – Startup Ufersa. Ao todo, foram 26 propostas submetidas a avaliação que contou com a colaboração de consultores externos e 10 dessas foram aprovadas para serem apoiadas, cada uma, com até 2 bolsas e R$ 6 mil de custeio.

Ao todo, foram 26 propostas submetidas a avaliação que contou com a colaboração de consultores externos / Foto cedida

Os estudantes Fernanda Costa e Danilo Praxedes e seus respectivos tutores, os professores Idalmir de Souza e Francisco Marlon, estiveram presentes na cerimônia simbólica / Foto cedida

Os estudantes Fernanda Costa e Danilo Praxedes e seus respectivos tutores, os professores Idalmir de Souza e Francisco Marlon, estiveram presentes na cerimônia simbólica que ocorreu na reitoria e que foi transmitida também pelo Google Meet. O reitor Arimatea destacou a realização inédita do Edital e a expectativa da ação. “A proposta visa impulsionar ainda mais o empreendedorismo na instituição para que possamos, em breve, ter mais casos de sucesso, como o ocorrido com o Camilo Torquato, egresso do curso de Engenharia de Energia, vencedor do prêmio de Startup Destaque no Inovativa Brasil em 2020”, destacou.

O reitor ainda ressaltou a importância do Edital que é a primeira ação direta em que os discentes são os coordenadores principais das propostas. “Foi possível ver os olhos dos discentes brilhando”, observou. O pró-reitor de pesquisa e pós-graduação, o professor Daniel Valadão, também destacou que os alunos contemplados terão treinamento e estrutura para desenvolverem seus projetos de startup.

“A PROPPG e o NIT deverão oferecer as condições para o trabalho dos discentes, como acesso a estrutura física e capacitação”, comentou. O diretor do NIT, o professor Leonardo Querido, comentou sobre a importância da iniciativa. “Esse edital cumpre um importante papel no sentido de incentivar que os conhecimentos gerados na universidade possam, cada vez mais, gerar novos produtos e processos a fim de atender demandas da sociedade”, considerou.