Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Comunicação

Professor surdo conclui Mestrado no POSENSINO com dissertação totalmente em Libras

Inclusão, Pós-graduação 22 de maio de 2020. Visualizações: 939. Última modificação: 22/05/2020 22:21:18

A defesa da dissertação de Ezequiel Paixão inédita no RN aconteceu pela plataforma Good Neet devido a pandemia do Coronavírus/Foto: Cedida

O professor surdo Ezequiel Adney Lima da Paixão, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, é o mais novo mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino, o POSENSINO, uma associação acadêmica entre a Universidade Federal Rural do Semi-Árido, a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte e o Instituto Federal do Rio Grande do Norte. A defesa da dissertação aconteceu na manhã desta sexta-feira, 22, de forma virtual por causa da pandemia do Covid-19, com a utilização da plataforma Good Neet, e sob a orientação do professor Mário Martins.

Professor da UFRN, Ezequiel Paixão, defende dissertação em Libras no POSENSINO/Foto: Cedida

A pesquisa de Ezequiel Paixão abordou o “Ensino-aprendizagem de escrita de sinais pelo sistema signwriting para surdos: um relato de experiência”. A pesquisa foi totalmente produzida em Língua Brasileira de Sinais, inclusive, a defesa. “Nós da CAADIS ficamos imensamente felizes em poder ver e participar de mais uma conquista na vida acadêmica de Ezequiel que hoje se torna Mestre” afirmou o professor Ebson Gomes, responsável pela Coordenação de Ações Afirmativa, Diversidade e Inclusão Social da Ufersa.

Para o novo mestre, Ezequiel Paixão, o período da pós-graduação foi desafiador. Ele ingressou no mestrado em 2018 encontrando no POSENSINO todo o apoio dos colegas e professores. “A acessibilidade disponibilizada pelas três instituições foi satisfatória, então, essa conquista não é só minha, mas de muitas pessoas que estiveram comigo nesse processo” afirmou.

A metodologia utilizada para a apresentação da pesquisa foi definida na qualificação com a proposta de diminuir alguns entraves entre a Língua Brasileira de Sinais e a língua portuguesa. “Para sanar os percalços detectados, a professora Edneia, da UFPB, que foi a minha coorientadora, sugeriu a apresentação em LIBRAS” afirmou Ezequiel Paixão. A estratégia foi acertada, considerou o professor, embora tenha acarretado mais esforço para com a produção e gravações do trabalho.

O formato é pioneiro no Rio Grande do Norte o que deixa o mestre emocionado. “Produzir a minha dissertação em vídeo representa respeito a minha língua” acredita o mestre. Segundo ele, os parabéns também são estendidos a Ufersa, a UERN e o IFRN. “Hoje comemoro mais uma vitória, estou muito feliz pela barreira ultrapassada. O mestrado foi muito difícil, tive momentos que quis desistir, mas com o apoio dos professores e dos interpretes de Libras consegui” afirmou. Ezequiel compartilha a conquista com todos os companheiros que estiveram com ele nessa jornada, incluindo a banca.

O professor Ezequiel Paixão é graduado em Letras Libras, pela UFSC, Polo IFRN Campus Natal; especialista em Libras e, professor do curso de Letras Libras da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. O mestre é o quarto estudante surdo a defender dissertação pelos Programas de Pós-Graduação da Ufersa, sendo o segundo no POSENSINO. “A Ufersa, bem como a UERN e o IFRN, enquanto instituições prezam pela inclusão dos alunos com deficiência, principalmente aqueles que devem ter seu direito linguístico respeitado” frisou Ebson Gomes.