Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Comunicação

Pela primeira vez Ufersa faz parte de ranking internacional de universidades

Internacionalização, Pesquisa 18 de julho de 2018. Visualizações: 7450. Última modificação: 18/07/2018 14:50:16

Desempenho da Ufersa em pesquisa alavanca posicionamento no ranking internacional | Foto: Eduardo Mendonça/Assecom/Ufersa/Arquivo

A Times Higher Education – THE, instituição internacional especializada em produzir rankings universitários há mais de 50 anos, divulgou o Ranking 2018 das Universidades da América Latina e, pela primeira vez, a Universidade Federal Rural do Semi-Árido entra no ranking internacional de universidades.

A avaliação leva em consideração cinco indicadores, conforme explica o professor da Ufersa Felipe Ribeiro, responsável pelo preenchimento dos dados na plataforma da THE. “O ranking é feito a partir de informações que preenchemos na plataforma da Times Higher Education e também de dados que a própria empresa coleta em plataformas como o Scopus da Elsevier, por exemplo. Eles consideram indicadores em cinco categorias: ensino, pesquisa, citação, inserção internacional e captação de recursos privados”.

O docente representou a Ufersa no encontro de universidades jovens promovidos pela instituição na Universidade do Sul da Flórida, em junho. O professor Felipe ainda conclui, a partir de sua experiência no evento, que “não podemos nos espelhar diretamente nas universidades de renome internacional, sejam as tradicionais ou as jovens, no sentido de simplesmente copiar as ações, pois nossos objetivos e contextos são bem distintos. Entretanto ficou claro que por sermos jovens cabe a nós estabelecermos novas formas de trabalhar o ensino superior em nossa região, nos espelharmos nas boas práticas, em especial naquelas inovadoras e construirmos uma prática única de atuação no Semiárido, buscando excelência ao mesmo tempo que proporcionamos acesso ao ensino superior aos grupos de vulnerabilidade social”.

A produção cientifica da Ufersa foi fundamental para que entrássemos no ranking deste ano. “O ranking considera apenas universidades que tenham uma produção científica, indexada relevante, com mais de 200 artigos publicados por ano. A Ufersa vem conseguindo manter esse número há quatro anos”, pontua professor Jean Berg Alves da Silva, pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da Ufersa. Outro aspecto relevante é sobre a internacionalização da universidade. O professor Jean Berg ainda ressalta que a Ufersa está trabalhando na construção de sua política de internacionalização que irá possibilitar o aumento das parcerias com instituições estrangeiras, seja para enviarmos nossa comunidade acadêmica para fora quanto para recebermos alunos e professores estrangeiros também.

Para o reitor da Ufersa, professor José de Arimatea de Matos, é um marco na história da Ufersa entrarmos pela primeira vez no ranking das universidades da América Latina. “A Ufersa já está entre as melhores universidades do País, de acordo com o próprio MEC. Claro que nosso objetivo não se limita a perseguir os melhores resultados em rankings, mas sermos reconhecidos por uma instituição estrangeira e entrarmos num ranking internacional é um reflexo do trabalho e dedicação de nossa comunidade acadêmica com a qualidade da educação”, ressalta.

Ainda de acordo com ele, a conquista é motivadora e abre boas perspectivas. “Isso só nos motiva ainda mais para continuarmos o trabalho em prol de nossa instituição e também aumenta nossa responsabilidade. Queremos nos manter no ranking e, por que não, subir algumas posições nos próximos anos!”.

Conheça o ranking da Times Higher Education – América Latina 2018.