Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Comunicação

Pesquisa de mestrado avalia comunicação na Ufersa

Pesquisa 8 de Fevereiro de 2018. Visualizações: 471. Última modificação: 08/02/2018 15:28:08

Passos Júnior, jornalista da Assessoria de Comunicação da Ufersa. | Foto: Diego Farias/Assecom/Ufersa

A comunicação praticada na Universidade Federal Rural do Semi-Árido é objeto de pesquisa dentro do Mestrado Profissional Gestão de Processos Institucionais, da Universidade Federal do Rio Grande Norte – UFRN. A pesquisa de Estudo de Caso, “Desafios para uma Política de Comunicação Institucional Integrada na Universidade Federal Rural do Semi-Árido”, é de autoria do jornalista José Francisco dos Passos Junior, sob a orientação do professor da UFRN, Sebastião Faustino, e pretende ouvir discentes, docentes e servidores técnico-administrativos dos quatro campi da instituição.

A pesquisa, que se encontra na fase de coletas de dados, vai contemplar 2.110 integrantes da universidade, sendo 1.215 estudantes, 502 professores e 393 técnico-administrativos. “Trata-se de um universo relativamente alto para o trabalho de apenas um pesquisador, daí, optamos pela coleta de dados utilizando o aplicativo Google Docs que além de representar economia de gastos, representa principalmente ganho de tempo”, explicou o jornalista Passos Júnior, que é servidor da UFERSA, lotado na Assessoria de Comunicação – Assecom/Ufersa, e aluno do Programa de Pós-Graduação MPGPI/UFRN.

A pesquisa consta de um questionário de 32 perguntas fechadas que podem ser respondidas de forma fácil e rápida, não levando mais que 3 minutos. As questões estão distribuídas em quatro partes: perfil dos entrevistados, conhecimento do trabalho desenvolvido pela Assecom, utilização do serviço e, a quarta parte trata-se de uma avaliação do trabalho desenvolvido pelo setor de comunicação da Ufersa.

Os interessados em contribuir com o trabalho acadêmico do jornalista podem acessar o link apenas uma única vez no período de 01 a 28 de fevereiro. Quando o quantitativo de entrevistas, no respectivo campus, for atingido para cada segmento (discentes, docentes e técnicos), automaticamente a identificação do campus deixará de existir.

“Espero alcançar o objetivo e, assim, o trabalho venha resultar em propostas que possam aperfeiçoar a comunicação na nossa Universidade”, frisou Passos Júnior ao convidar toda a comunidade acadêmica a contribuir com o estudo acadêmico. Os questionários estão sendo enviados via e-mails para docentes e técnicos, e via e-mail/Sigaa para os discentes. Mas quem quiser responder a pesquisa agora basta acessar os links:

Discentes 

Docentes

Técnicos Administrativos