Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Comunicação

Projeto da Ufersa sobre tecnologia de produção de embriões de bovinos é aprovado em edital do BNB

Capacitação, Inovação, Pesquisa, Tecnologia 20 de dezembro de 2017. Visualizações: 447. Última modificação: 20/12/2017 14:23:48

Apresentação do Projeto aos Gestores da Ufersa / Foto cedida

A Universidade Federal Rural do Semi-Árido aprovou esta semana o projeto de pesquisa “Inovação e redução de custos na tecnologia de produção in vitro de embriões de bovinos criados no semiárido”. A iniciativa mantém parceria com uma empresa privada junto ao Edital FUNDECI 02/2017 – PRODUTIVIDADE E COMPETITIVIDADE, do Banco do Nordeste – BNB.

Coordenado pelos professores Marcelo Barbosa Bezerra e Clodomiro Alves Junior, o Projeto contou com a participação, junto à elaboração, dos professores Carlos Eduardo Bezerra Moura e Márcia Viviane Alves Saraiva, do Departamento de Ciência Animal do CCA da Ufersa. Também participaram da elaboração o zootecnista Felipe Coelho, além dos pesquisadores Joaquim Mansano Garcia e Marina Ragagnin Lima, ambos da Faculdade de Ciências Agrícolas e Veterinárias da UNESP Jaboticabal/SP.

O projeto representa um marco na pecuária do Rio Grande do Norte, o qual permitirá que o Laboratório de Transplantes Gonadais e Produção in vitro de Embriões da Ufersa se modernize ainda mais e participe ativamente na produção in vitro de embriões bovinos a partir da primeira parceria com a Agrícola Famosa, preparando melhor os pesquisadores e inserindo-os no mercado da Reprodução Animal com o uso de tecnologias de ponta.

O projeto vai possibilitar que o
Laboratório de Transplantes Gonadais e Produção in Vitro de Embriões da Ufersa
se modernize ainda mais e participe ativamente na produção in vitro de embriões
bovinos / Foto reprodução Internet

Para sua execução, o projeto prevê a dotação de R$ 513 mil dos quais 80% do recurso será financiado pelo Banco do Nordeste, 10% pela Agrícola Famosa, empresa do setor agropecuário e 10% pela Ufersa na forma de contrapartida não financeira. O gerenciamento financeiro será realizado pela Fundação Guimarães Duque.

O Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da Ufersa, o professor Jean Berg Alves, afirmou que nesse momento de dificuldade de financiamento que atravessa a ciência brasileira o desenvolvimento de pesquisas aplicadas em integração com empresas privadas surge como uma alternativa importante para formar profissionais cada vez mais capacitados para atender as demandas locais e globais, além de possibilitar o fomento de atividades laboratoriais e de campo que irão permitir o desenvolvimento de novos produtos.

Centenas de projetos concorreram ao Edital FUNDECI, mas apenas 12 foram classificados e submetidos por instituições associadas a empresas. Projetos do Nordeste e dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo foram aprovados. Nesse processo, o projeto da Ufersa obteve a segunda colocação dentro do edital.

Os coordenadores do projeto e o representante da Agrícola Famosa apresentaram o projeto aos gestores da Ufersa. Para o professor Marcelo Barbosa, a iniciativa é fruto de uma interação bastante promissora entre professores de diferentes áreas do conhecimento que formam uma rede interinstitucional e multidisciplinar que dará suporte as pesquisas a serem realizadas. De acordo com o Vice-Reitor, o professor José Domingues Fontenele Neto, o projeto representa um importante passo na integração da universidade com empresas e poderá proporcionar um avanço na pesquisa aplicada.