Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Comunicação

Trabalho desenvolvido na Ufersa é premiado em evento nacional de Conservação e Pesquisa de Mamíferos Aquáticos

Pesquisa 29 de agosto de 2017. Visualizações: 1767. Última modificação: 30/08/2017 10:58:50

Diana Lunardi, professora e orientadora do trabalho premiado, e Gessica Rafaelly Dantas da Silva, discente do curso de Ecologia e bolsista PIBIC, com o certificado de premiação do trabalho no VIII Encontro Nacional sobre Conservação e Pesquisa de Mamíferos Aquáticos | Foto: cedida

O trabalho intitulado “A taxa de visitação turística pode fomentar a conservação de botos-cinza, Sotalia guianensis (Van Bénéden, 1864) (Cetacea; Delphinidae), na Reserva Faunística Costeira de Tibau do Sul – Refauts, Rio Grande do Norte?”, de autoria de Gessica Rafaelly Dantas da Silva, discente do curso de graduação em Ecologia da Ufersa e bolsista PIBIC, Josivânia Azevedo dos Santos, Diana Carvalho de Freitas e Maria Mayara dos Santos Silva, mestrandas do Programa de Pós-graduação em Ambiente, Tecnologia e Sociedade, e dos professores Vitor Lunardi e Diana Lunardi, docentes do curso de Ecologia e do Programa de Pós-graduação em Ambiente, Tecnologia e Sociedade, foi premiado no VIII Encontro Nacional sobre Conservação e Pesquisa de Mamíferos Aquáticos (ENCOPEMAQ), sendo selecionado entre os cinco melhores trabalhos de graduação pela Cetacean Society International (CSI) e o Projeto Cetáceos da Costa Branca (PCCB)-UERN.

O trabalho foi apresentado pela primeira autora da pesquisa, Gessica Rafaelly Dantas da Silva, no evento que foi realizado em Natal, Rio Grande do Norte, no período de 22 a 25 de agosto. Segundo a professora Diana Lunardi, orientadora da pesquisa, este estudo faz parte de um projeto maior de longo prazo, que visa contribuir para o desenvolvimento sustentável na Refauts, aliando o ecoturismo à conservação dos botos-cinza na reserva. “A Ufersa vem trabalhando nesta reserva de fauna desde 2011, com a participação efetiva de bolsistas do PIBIC e PICI e de mestrandos do Programa de Pós-graduação em Ambiente, Tecnologia e Sociedade”, disse ela.

A premiação é um reconhecimento do trabalho realizado durante 6 anos de estudo dedicados ao projeto. “Este estudo foi premiado em um evento nacional especializado e representa um importante reconhecimento de que estamos no caminho certo.  Para os discentes de graduação e pós-graduação, este prêmio representa um grande incentivo, já que seu esforço e dedicação foram, de alguma forma, reconhecidos”, conclui a professora.

Gessica Rafaelly Dantas da Silva, discente do curso de Ecologia e bolsista PIBIC, apresentando o trabalho premiado no VIII Encontro Nacional sobre Conservação e Pesquisa de Mamíferos Aquáticos | Foto: cedida