Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Comunicação

Fazenda Experimental da Ufersa recebe visita de alunos do Seridó Potiguar

Ensino, Pesquisa 6 de julho de 2016. Visualizações: 2092. Última modificação: 06/07/2016 17:34:10
Alunos do IFRN de Currais Novos descobrindo as pesquisas da apicultura na Ufersa / Foto Luana Laise

Alunos do IFRN de Currais Novos descobrindo as pesquisas da apicultura na Ufersa / Foto Luana Laise

O Centro Tecnológico de Apicultura e Meliponicultura – CETAPIS, instalado na Fazenda Experimental Rafael Fernandes da Universidade Federal Rural do Semi-Árido, recebeu na manhã desta quarta, 06, a visita de apicultores e também de alunos da turma do curso Técnico de Produção de Alimentos, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte – IFRN, Campus de Currais Novos. O encontro teve como finalidade mostrar aos estudantes as pesquisas e trabalhos desenvolvidos na fazenda.

Daiane da Silva, doutoranda da Ufersa / Foto Luana Laise

Daiane da Silva, doutoranda da Ufersa / Foto Luana Laise

Durante a visita foram realizadas palestras com o objetivo de esclarecer as dúvidas dos alunos e profissionais presentes na reunião. Foram apresentados trabalhos desenvolvidos pela equipe do projeto do Centro de Capacitação Tecnológica de Apicultura – CCTA, dentre eles o da estudante de doutorado em ciência animal, Daiane da Silva. Ela fez uma comparação de produção de mel em colmeias criadas na sombra e expostas ao sol. Segundo a estudante, há um aumento de 45% na produção quando as colmeias são criadas na sombra. A pesquisa ainda procura desenvolver uma dieta eficiente que supra as necessidades das abelhas e que seja de baixo custo para a manutenção das colônias em período de escassez e falta de alimento.

“A falta de alimento é um problema da região, as colmeias vão embora por esse motivo, e o intuito da dieta é conseguir uma alimentação de baixo custo e eficiente para que o apicultor possa fornecer e conseguir manter suas colônias” esclarece a doutoranda.

Para o Apicultor Aderban Medeiros, a visita permitiu esclarecer dúvidas que o trabalhador possui principalmente no período de seca na região do Seridó.   “Esperamos levar algumas novidades que possam melhorar nossa produção e tentar sobreviver na atividade, pois o trabalho está muito árduo neste período de seca que estamos enfrentando” comenta.

As abelhas são responsáveis pela polinização e, assim, pela produção de alimentos, por isso a importância de preserva-las / Foto cedida

As abelhas são responsáveis pela polinização e, assim, pela produção de alimentos, por isso a importância de preserva-las / Foto cedida

Para os estudantes do curso Técnico Integrado em Alimentos de Currais Novos, a visita serviu para se obter conhecimentos e experiências no momento em que eles entram em contato com profissionais da área. Para o estudante Marcos Vinícius este conhecimento é de grande importância, pois aprimora o saber na área de apicultura. “Durante a visita estamos vendo coisas que sabíamos e que estão sendo reforçadas, e coisas que não sabíamos, mas estamos descobrindo agora”.

Kátia Gramacho, professora da Ufersa referência na área da apicultura / Foto Luana Laise

Kátia Gramacho, professora da Ufersa referência na área da apicultura / Foto Luana Laise

Já para a estudante Janykelli Medeiros, a visita serve para aprimorar conhecimento da teoria na prática. “Quando chegamos mais perto da experiência, aprimoramos o contato proporciona experiência e um conhecimento maior. A fazenda é um lugar bem atrativo e percebemos o ambiente bem aprimorado para a apicultura” relata.

A Fazenda Experimental é um núcleo de referência no estudo das abelhas. A professora Kátia Gramacho foi uma das responsáveis por recepcionar os alunos. Ela mostrou a importância das abelhas para a polinização e, assim, para a produção de alimentos. A visita também serviu para estimular e chamar os jovens que estão concluindo o Ensino Médio para a pesquisa na área da apicultura.

A estudante Amanda Monaliza está realizando um estudo sobre o processo de criação de mel de abelhas com o objetivo de analisar a qualidade do produto. “O pessoal da fazenda está passando um conhecimento que até então não tínhamos fazendo com que enriqueçamos nosso trabalho que é baseado na apicultura, e que surgiu devido a uma palestra realizada pelo doutor Lionel Segui, professor que nos despertou esse interesse na área da apicultura” finaliza.

Alunos do IFRN de Currais Novos durante visita a Fazenda Experimental da Ufersa em Mossoró / Foto Luana Laise

Alunos do IFRN de Currais Novos durante visita a Fazenda Experimental da Ufersa em Mossoró / Foto Luana Laise

 

 

 

%d blogueiros gostam disto: