Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Comunicação

Ufersa recebe representante da FEAB, organização de articulação dos estudantes de agronomia

Estudante 31 de março de 2016. Visualizações: 827. Última modificação: 01/04/2016 08:47:52
_DSC6997 Feab

Jorge Atílio Benati, estudante de Agronomia da UFFS, de Rio Grande do Sul |Foto: Luana Laise/Assecom/Ufersa

Para realizar diálogos e estimular debates em torno da formação profissional dos alunos de Agronomia, a Universidade Federal Rural do Semi-Árido recebe o estudante de Agronomia Jorge Atílio Benati da Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS, Rio Grande do Sul.

A FEAB é uma entidade que a nível nacional organiza e articula os estudantes de agronomia, com o intuito de abordar criticamente as reflexões que permeiam a formação de profissionais que compreendam profundamente a dinâmica dos sistemas agrários e a realidade do campo brasileiro.

Anualmente um conjunto de estudantes integrantes de uma mesma universidade se desvincula da graduação e passam um ano viajando pelas universidades de todo o Brasil.

Nas visitas às universidades, esses alunos além de promover e estimular debates a cerca do curso, fazem campanha de reformulação curricular, conversa com os estudantes sobre seus anseios, organiza a representação estudantil nas universidades pelas quais passam, ainda tem o compromisso de articular nacionalmente as deliberações do Congresso Nacional dos Estudantes de Agronomia – CONEA.

O estudante de agronomia e representante da FEAB Jorge Atílio ressalta sobre a importância da FEAB. “A FEAB é a nossa representação estudantil a nível nacional, possui um histórico muito bom, rico. Foi através das lutas dos estudantes de agronomia, na figura da FEAB que conquistamos currículo mínimo, derrubamos a Lei do Boi (que criava uma bolsa universitária para filhos de ‘agricultores’, que na realidade eram os filhos de fazendeiros que usufruíam dessas bolsas), conquistamos o receituário agronômico, entre diversas outras lutas. Durante muito tempo a FEAB protagonizou lutas estudantis em todo o Brasil e ainda protagoniza” comenta o estudante.

Ao falar do curso de agronomia da Ufersa o estudante diz que há uma necessidade de reformulação curricular, e atualização no enfoque do curso. “O curso da ufersa não passa por uma reformulação curricular há uns 10 anos. Há uma necessidade de atualizar o curso e trocar o enfoque, ser mais holístico. Esse é um processo de discussão longo e que não envolve apenas professores, mas alunos, inclusive a comunidade externa, afinal, o mercado de trabalho pode opinar como a gente pode estar preparado para ele”.

Anualmente, a FEAB organiza encontros para estimular esses debates. Este ano o Encontro Regional dos Estudantes de Agronomia, ocorrerá em Recife. E o Congresso Nacional dos Estudantes de Agronomia – CONEA, em Fortaleza. Para Jorge Atílio os eventos são muito importantes, no momento em que há uma troca de experiências entre os estudantes. “É muito didático, bom, há trocas de experiências legais, onde reúne estudantes de agronomia de todo Brasil”.