Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Comunicação

Grupo de Pesquisa ganha prêmio com esboço de software que caracteriza proteínas

Pesquisa 5 de dezembro de 2014. Visualizações: 1869. Última modificação: 05/12/2014 19:11:21
Estudantes do Grupo de Pesquisa (esquerda para direita): Belícia, Sara, Rodrigo, professor Taffarel, Johny, Adriana e Júlio | Crédito: Cedida/Taffarel  Melo.

Estudantes do Grupo de Pesquisa (esquerda para direita): Belícia, Sara, Rodrigo, professor Taffarel, Johny, Adriana e Júlio | Crédito: Cedida/Taffarel Melo.

A estudante do curso de graduação em Bacharelado em Biotecnologia Adriana Marina e Silva Parente foi premiada com a Melhor Apresentação Oral na XII Reunião Regional Nordeste, promovida pela Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular – SBBq, que aconteceu em consonância com a quinta edição do International Symposium in Biochemistry of Macromolecules and Biotechnology, sediado em Natal, RN, no começo do mês de dezembro.

Adriana Marina é estudante de Iniciação Científica da Universidade Federal Rural do Semi-Árido e no evento apresentou o seu Trabalho de Conclusão de Curso – TCC intitulado “Métodos para anotação automática de peptídeos antimicrobianos de plantas podem promover uma caracterização eficiente da sequência e da estrutura”. A pesquisa é na área de Concentração de Bioinformática com a orientação do professor Taffarel Melo Torres e co-orientação da professora Isadora Louise Ribeiro, ambos do Departamento de Ciências Animais – DCAN.

O professor Taffarel Melo defende que a pesquisa é um marco para a Universidade, visto se tratar do primeiro esboço de um software capaz de identificar e caracterizar pequenas proteínas (peptídeos) com atividade antimicrobiana. “A partir da identificação, estes peptídeos podem ser estudados em laboratório e ter sua eficiência testada. Este é o papel da bioinformática, integrar e auxiliar na interpretação de dados biológicos utilizando computadores e técnicas de programação”, explica o orientador.